Skip to content

Portugal é um país congelado

Outubro 15, 2007

Mas essa é a triste sina de um país que se habituou a dormir à sombra da bananeira estatal. O país investe milhões a formar enfermeiros, por exemplo, e depois coloca-os a mendigar um emprego. Forma alunos cujo único destino é serem professores para, depois, dar uma pistola para cada um se entreter no empolgante jogo da roleta russa. E, depois, fala-se do défice e da necessidade de cortar custos na educação, na saúde ou na agricultura. Em Portugal há um Governo que actua para aparecer nos telejornais. E há um Governo, formado pelos mesmos elementos, que não mexe uma palha para reformar o país no que é essencial. Portugal é um país congelado. Com o Estado a fazer de Capitão Iglo da multidão de licenciados que não sabem o que é o risco. É por isso que nos orgulhamos quando alguns dos nossos quadros vão inovar para o estrangeiro. O Estado não tem de ser o pastor de quem supõe que ali encontra sempre um redil onde há milho grátis. E nisso, oposição e sindicatos enganam-se. Mas, ao mesmo tempo, o Governo precisa de fazer uma ruptura sensata. O Estado não tem uma bananeira eterna e é para isso que existem pactos de regime. De outra forma vão continuar a formar licenciados que são filhos da típica inércia portuguesa.

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: